segunda-feira, 21 de julho de 2008

Saiba as diferenças entre gripe e resfriado

Febre, dor de cabeça e coriza. Com alguns sintomas parecidos, a gripe e o resfriado são doenças diferentes que podem causar desconforto e mal-estar em qualquer pessoa. Causadas por vírus diversos, elas podem acometer desde crianças até idosos.

"Do ponto de vista clínico, a gripe é uma doença bem mais importante. Ela pode ser grave e, eventualmente, fatal", comenta o pneumologista da Universidade Federal Paulista, Clystenes Soares Silva.

Causada pelo vírus Influenza, a gripe é altamente contagiosa e ocorre, em sua maioria, do final do outono ao começo da primavera. Diferentemente do resfriado, ela tem um início súbito e mais grave.

"A pessoa com gripe pode ter dor de garganta, febre, coriza e uma dor muscular intensa", conta Silva. Segundo o médico, a doença pode ainda ter complicações que levem a uma pneumonia e infecções que podem levar à morte.

Causado, principalmente, pelo rinovírus, o resfriado é uma infecção simples do trato respiratório superior (nariz e garganta). "O resfriado é mais simples do que a gripe. Ele dificilmente deixa a pessoa de cama", explica a pneumologista pediátrica Simone Santana Aguiar.

Com sintomas similares ao da gripe, pode-se ter coriza, rouquidão, dores pelo corpo e de cabeça, febre e diminuição do olfato e da gustação quando se está resfriado. "Pode-se ter de seis a sete resfriados ao ano, enquanto o normal é que se pegue gripe apenas uma vez no mesmo período", alerta Simone.

De fácil contaminação, tanto a gripe como o resfriado são comumente contraídos pelo ar, mas pode-se ainda transmitir a doença no contato direto com a pessoa doente. "Quando uma pessoa não lhe cumprimenta com a mão porque está gripada, ela está fazendo uma gentileza, pois é possível contrair a doença dessa maneira", orienta Silva.

Tratamento para gripes e resfriados
Por se tratarem de doenças causadas por um vírus, a gripe e o resfriado não têm tratamento específico. "O que se tem são medicamentos para os sintomas, como os antitérmicos, analgésicos, descongestionantes, uma boa alimentação e muita hidratação", comenta Silva.

"O processo viral é auto-limitado. O vírus tem um ciclo de vida no organismo que dura de três a quatro dias", ensina Simone. Segundo a pneumologista, se passadas mais de 72 horas e a pessoa não sente melhoras, é hora de procurar ajuda médica. "Nesses casos, pode-se evoluir para pneumonias, otites e amigdalites, por exemplo."

De acordo com Simone, o melhor tratamento para a gripe é a vacinação. "A prevenção é o melhor tratamento que temos para doenças virais como a gripe. No caso, a vacina contra a gripe é eficaz e deve ser tomada anualmente", finaliza.

Principais sintomas:
Gripe
- Calafrios
- Dor de cabeça
- Dores musculares
- Febre
- Irritação na garganta
- Mal-estar
- Nariz obstruído
- Suor
- Tosse seca

Resfriado
- Coriza
- Diminuição de olfato e gustação
- Dor de cabeça
- Dores no corpo
- Febre
- Rouquidão
- Voz "anasalada"

Serviço:
Clystenes Soares Silva - pneumologista
www.unifesp.br

Simone Santana Aguiar - pneumologista pediátrica
www.hsanpaolo.com.br

Redação Terra

2 comentários:

Francisco Amado disse...

Bem agora já sei que o que tenho é gripe mesmo.

Eliete disse...

Eu, no momento tô sofrendo com os dois ao mesmo tempo.Resfriado e gripe.
Ninguem merece!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger