quarta-feira, 16 de julho de 2008

Cafeinoterapia é nova promessa contra a celulite

Todas as mulheres detestam, mas a maioria tem. Elas deixam a pele com um aspecto de casca de laranja e puxam a auto-estima para baixo. A celulite permanece alvo de tratamentos de beleza. A novidade deste inverno para chegar com a pele - principalmente das pernas e glúteos - mais saudável no próximo verão é a terapia do café ou cafeinoterapia. O tratamento consiste em utilizar propriedades da cafeína contra a celulite.

A cafeína é conhecida por ser estimulante, já que excita o sistema nervoso central, age sobre o sistema muscular e produz rendimento físico e aumento da capacidade de concentração. Em pequenas doses, ela ainda diminui a fadiga, sendo prejudicial apenas se for ingerida em excesso. Entre os alimentos que contêm a substância, o café é o que mais contribui para sua ingestão.

A principal ação da cafeína no organismo é caracterizada pela propriedade diurética, sendo eliminada do organismo rapidamente, em um período de quatro a seis horas. A cafeinoterapia tem início com a ingestão de uma pequena xícara de café recém passado. Depois, é feita a aplicação de uma mistura composta de argila verde e café nas áreas do corpo com concentração de celulite.

- Enquanto a argila ajuda a liberar as toxinas da pele, o café aumenta a circulação sangüínea e linfática e permite que essas toxinas saiam do organismo mais rapidamente - explica a esteticista Márcia Rocha Mamede.

Em seguida, a paciente é envolvida em uma manta térmica por cerca de 30 minutos. A utilização da manta térmica é alternada semanalmente com lençol de alumínio, que evita a flacidez da pele. O calor ajuda a abrir os poros para penetrar os princípios ativos da argila e do café. A terapia é adequada para o inverno em função das altas temperaturas enfrentadas na manta térmica e no lençol de alumínio. Quem desejar combater gordurinhas localizadas pode aproveitar e pedir para a esteticista aplicar a mistura nas áreas em que deseja reduzir medidas.

A cafeinoterapia costuma ser associada à drenagem linfática ou à eletroestimulação, conforme o resultado da avaliação corporal feita previamente por uma fisioterapeuta. O tempo de uma sessão da cafeinoterapia é de uma hora, e a indicação varia de duas a três vezes por semana.

DONNA/ZERO HORA

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger