segunda-feira, 11 de fevereiro de 2008

Grande parte dos dentistas recomendam a extração dos dentes do siso, mas o assunto ainda gera polêmica

Por volta dos 17 ou 18 anos, os últimos dentes permanentes dão o ar da graça. São os famosos sisos. “Esses molares nascem nos cantos da boca e também participam do processo de mastigação”, explica o dentista Wilson Aragão (RJ), presidente para o Brasil da Associação Ibero-Americana de Ortodontia.

Os dentes do juízo normalmente geram grande incômodo: podem resultar no encavalamento da arcada dentária, comprometendo o sorriso e a mordida. Além disso, podem ficar presos embaixo do tecido gengival em posições que dificultam a erupção, ou ainda nascer parcialmente. Nesse caso provocam dor, inflamação, inchaço e até mau hálito. Por todos esses problemas, a maior parte dos dentistas indica a extração completa dos terceiros molares, muitas vezes antes mesmo deles nascerem. Mas há controvérsias. Dr. Wilson discorda dessa recomendação. “Se o siso não nascer, é melhor que ele fique onde está”, lembra. Arrancar ou não arrancar? O melhor é não desprezar a importância de visitas periódicas ao consultório dentário, mesmo que a opinião de um profissional seja diferente de outro.

Fonte

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger