sábado, 16 de fevereiro de 2008

Escutar música melhora seu estado de humor e até ameniza dores

A música faz um bem danado para a saúde e ainda auxilia no tratamento de muitas doenças. Tudo cientificamente comprovado. E o melhor: todos esses benefícios levam, no máximo, dez minutos por dia. Um som tem o poder de nos faz sentir saudade, tristeza, angústia ou alegria. Cada ritmo tem sua função. Por isso, AnaMaria descobriu o melhor som para você em todas as situações:

Para animá-la durante a faxina, ouça samba
Música animada funciona como cafeína. Escutá-la estimula as ondas cerebrais a produzir adrenalina. Um estudo feito na Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos mostrou que as pessoas que ouviram dance music tinham mais disposição para trabalhar do que aquelas que escutaram música lenta. Portanto, ligue o som e pau na máquina!
Sugestão: ouça Deixa a Vida me Levar – Zeca Pagodinho

Bossa Nova alivia a dor
Um estudo britânico descobriu que pacientes com artrite crônica que ouviram jazz conseguiram diminuir em até 21% a dor do que aqueles que não ouviram nenhum tipo de som. Pelo contrário, esses ainda tiveram um aumento na dor. Os pesquisadores acreditam que o jazz faz o cérebro liberar endorfina, substância do bem estar que ameniza a dor.
Sugestão: escute Garota de Ipanema – Tom Jobim

Música lenta diminui a ansiedade
A Universidade de Oxford, nos Estados Unidos descobriu em um estudo que ouvir música lenta ajuda a diminuir a pressão sanguínea e acalma a respiração. Isso acontece porque somos condicionados a relaxar ao ouvir uma música em ritmo mais lento.
Sugestão: escute Coisas Que Eu Sei – Danni Carlos

Blues aumenta a felicidade
Sabe aqueles dias que você está sem a mínima disposição para nada? Então, essa é a melhor hora para ouvir uma música em ritmo de blues. Aliás, esse tipo de música foi criado justamente para fazer com que as pessoas entendessem seus sentimentos e suas emoções. É o ritmo mais harmônico de todos!
Sugestão: ouça I Got a Woman – Ray Charles

Música clássica melhora a concentração
Os pesquisadores acreditam que o ritmo e a repetição da música clássica são similares aos impulsos elétricos do cérebro. Por isso, ouvir esse tipo de som ajuda a aumentar a memória, os níveis de concentração e até a inteligência. Se o seu filho tem uma prova de matemática, coloque Mozart para ele ouvir.
Sugestão: escute Sonata ao Luar - Beethoven

Fonte

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger