quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Defesa Civil pede que moradores de Florianópolis evitem sair de casa

A Defesa Civil Estadual faz um apelo aos moradores de Florianópolis, que está com diversas áreas alagadas e encostas com riscos de deslizamento: a orientação é para que as pessoas só saiam de casa em caso de extrema urgência. De acordo com o Capitão Márcio Luiz Alves, diretor do órgão, será solicitado um apoio do exército, já que o Corpo de Bombeiros está com o efetivo todo comprometido.

Segundo Alves, há dois riscos na Capital: de deslizamento, em regiões de morros e encostas, e de alagamentos, registrados em praticamente todos os bairros da cidade. Na avenida Rio Branco, no Centro da Cidade, alguns carros estão com os pneus totalmente encobertos.

— Há uma questão de saúde pública também. As pessoas devem evitar ao máximo transitar nas áreas alagadas — alertou.

Outra orientação é para que os moradores que verifiquem sinais de rachaduras nas encostas avisam à Defesa Civil, já que elas podem provocar deslizamento de terra. Embora ainda não tenha um levantamento oficial, são observados alguns problemas no Morro da Queimada e José Mendes.

Os telefone para emergências é o 199. A Guarda Municipal de Florianópolis também tem um telefone de emergência para quem tiver problemas no trânsito, o 153. Conforme informações da Defesa Civil, muitas pessoas estão "ilhadas" dentro de seus carros.

DIARIO.COM.BR

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger