sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

Internet bate recordes no Brasil

Pesquisa revela que crescimento de usuários da rede bateu todos os recordes; mulheres são as que passam mais tempo conectadas, garantindo a liderança ao país.

O Ibope revelou que, em apenas um ano, o número de pessoas que têm acesso à Internet subiu de maneira impressionante. Hoje, já são mais de 39 milhões de pessoas na rede, que navegam de diferentes locais - casa, trabalho, lan houses, cybercafés, escolas etc -, o que representa 21 % a mais do que no mesmo período do ano passado. O número de pessoas que têm acesso a partir de casa cresceu ainda mais: 43%. Agora, são 30 milhões de usuários residenciais conectados à rede.

Outro dado mostra que o brasileiro usa mais a Internet do que qualquer outro país do mundo. São, em média, 23h12 minutos em frente ao computador por mês.

França, Estados Unidos, Alemanha e Japão vêm na seqüência como os que mais navegam. As mulheres são as grandes contribuintes para essa liderança, pois são elas, entre 18 e 24 anos, as de maior assiduidade na rede.

Alex Nóbrega, proprietário de uma lan house, diz que o dado não é novidade para ele. “O movimento de pessoas que vêm para usar a Internet caiu muito, pois quase todos os meus antigos clientes já tem acesso em casa”, afirma. “A maioria dos usuários vem para jogar em rede, e não para ver e-mail ou bater papo. É o fliperama moderno!”, batiza.

As meninas dos olhos

Além dos jogos em rede, o brasileiro é aficionado pela web 2.0 - termo usado para distinguir a produção de conteúdo pelos navegantes, com ferramentas de interatividade e customização cada vez mais afiadas. É o caso de blogs, fotoblogs, sites de vídeos alimentados pelos usuários e os de relacionamento.

Há algum tempo, o maior site de relacionamentos do mundo, o Orkut, é dominado pelos brasileiros. Mais da metade dos usuários do site é formada por brasileiros: 53%. Seguido, de longe, pelos Estados Unidos, com 18%.

A Relações Internacionais Giovanna Morgero, que vive em Dublin, na Irlanda, aproveita para não perder contato com os amigos e a família no Brasil, sem gastar uma fortuna em ligações internacionais. “Além de conversar em tempo real, meus amigos podem me escrever por e-mail, orkut e acompanhar a minha viagem pelo meu blog”, conta. “Também uso muito para me informar sobre o que está rolando no Brasil através dos sites de notícias. Eu não vivo sem Internet!”, conclui ela, em entrevista via Messenger.

Por Vladimir Maluf no iTodas

1 comentários:

Tanya disse...

Te amoooo!

Saudades maninha!!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger