terça-feira, 23 de outubro de 2007

Depilação Caseira

Toda mulher na hora em que vai se depilar xinga, grita, reclama e se pergunta “quem foi que inventou que mulher não pode ter pêlos?”. Bem fique sabendo que a culpa de tudo isso é de Cleópatra (aquela mesmo, a rainha do Egito). Foi ela quem percebeu que o corpo feminino tinha um apelo sexual maior quando depilado e passou a arrancá-los regularmente com uma mistura de mel e limão que é usada até hoje.
Para quem quer economizar um dinheirinho e ter a comodidade de fazer depilação em casa a cera caseira é uma ótima opção. O preparo é bem simples.

A receita é um quilo de açúcar e um vidro de mel. Você queima o açúcar, depois joga o mel e mistura bem (veja as instruções abaixo).
Você pode fazer a cera caseira com mel e limão também, mas ela não é muito recomendada porque pode provocar queimaduras e manchas na pele.
“Por fatores de higiene, saúde e limpeza não se deve reutilizar a cera em outra depilação. O intervalo entre uma depilação e outra, deve ser de 20 a 30 dias. Produtos que contém álcool não devem ser usados nem antes e nem após a depilação, para não causar irritação à pele” explica a esteticista Marlene Campos.
Durante um mês você ficará livre dos pêlos e, depois de um tempo fazendo a depilação com a cera, eles vão enfraquecendo. O único ponto negativo é que você precisa deixar os pêlos crescerem bastante, caso contrário, a cera não conseguirá puxá-los. A cera quente provoca a dilatação dos poros, o que torna a remoção dos pêlos mais fácil.
Marlene Campos recomenda que não se deve usar cremes à base de ácidos (retinóico, glicólico, salicílico) durante os três dias antes da depilação e também no dia seguinte, por isso, consulte os “ingredientes” de seu hidratante preferido no verso da embalagem. “Evite exposição ao sol e cloro de piscina dois dias antes e um dia depois ao da depilação”, acrescenta ela.
Se ocorrer alergia, aplique compressas de chá de camomila gelado e evite sol e banho quente. Se não desaparecer os sintomas, procure um dermatologista.
Um problema comum que é conseqüência da depilação são os pêlos encravados. Eles geralmente são causados principalmente por má alimentação, fatores emocionais e hormonais. Uma alimentação balanceada com pouca gordura ajuda na prevenção, mas pode ser que na hora da depilação o pêlo tenha quebrado. Nesse caso é aconselhável removê-lo com uma pinça, evitando que encrave.


Instruções:
Pegue uma panela média e despeje um quilo de açúcar. Ligue fogo médio e vá mexendo com uma colher de pau até atingir uma consistência de caramelo. Acrescente um vidro inteiro de mel (daquele tamanho mais comum que você encontra em lojas e mercados), misture e apague o fogo.
Utilize uma espátula de madeira para a distribuição da cera (evite metal, pois você pode se queimar), aplique uma banda de cera com cerca de 10/15 centímetros de comprimento, 5/8 centímetros de largura e retire num movimento único e brusco, no sentido inverso ao crescimento do pêlo, ou seja, de baixo para cima. Para retirar o excesso de cera da pele, use um gel específico para remoção ou um pouco de óleo de amêndoas.

0 comentários:

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Powered by Blogger